betway

📅 Publicado em 1 de junho de 2023



Os olhos nunca estiveram tão em evidência como nos últimos três anos, com a obrigatoriedade do uso de máscaras para proteção durante a Covid-19. Muitas vezes foram eles que refletiram os sorrisos e as emoções.  Uma realidade que deve se estender mesmo após a vacinação e agora ao fim da pandemia.

Por essa razão, houve um aumento considerável no interesse das pessoas por procedimentos estéticos na região dos olhos, desde cirurgias plásticas – que registrou um aumento de 50%, de acordo com a estimativa da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) - até procedimentos considerados mais simples como as extensões de cílios e maquiagens definitivas.

O cenário é comum para essa nova realidade. Por outro lado, houve um aumento proporcional nos consultórios oftalmológicos de pacientes com alergias e infecções graves nos olhos causadas por procedimentos estéticos.

A recomendação é que os cuidados comecem antes mesmo de realizar qualquer procedimento. É necessário verificar se o profissional é capacitado para realizar tais procedimentos e se possui os recursos adequados. Também é aconselhável buscar informações sobre a técnica, se é testada e aprovada e, se possível, buscar boas referências do profissional.

Os riscos mais comuns são as alergias e irritações oculares, devido ao uso de determinados produtos. No entanto, não podemos excluir as chances de infecções, que são mais graves e podem ocorrer em casos onde há reutilização de materiais durante o procedimento ou até mesmo por falta de cuidado do próprio paciente, como a higienização incorreta do local. Se não tratados adequadamente, esses problemas podem causar sérios danos à visão.

“A Academia Americana de Oftalmologia emitiu um alerta destacando que os aprimoramentos estéticos nas sobrancelhas e cílios representam perigos para a saúde porque estão muito perto dos olhos. Esses tratamentos podem causar problemas nos olhos e afetar a visão. As pessoas podem desenvolver sensibilidade com a exposição repetida aos agentes químicos. Além disso, as formulações podem mudar com o tempo. É possível ter uma reação mesmo que você tenha tolerado um tratamento sem problemas no passado”.

A Food and Drug Administration (FDA) não aprova nenhum aditivo de cor para tingimento permanente ou coloração de cílios e sobrancelhas. A agência afirma que cílios permanentes, tintas e corantes das sobrancelhas são conhecidos por causar lesões oculares graves.

Ao notar qualquer incômodo após a realização de um procedimento estético nos olhos, não é recomendada a automedicação. A indicação é procurar imediatamente um oftalmologista para a realização de diagnóstico e tratamento corretos.

1T (Md) Guilherme Dias
Oftalmologista do Hospital Naval de Belém

Compartilhe

betway Mapa do site