betway

MARINHA DO BRASIL
DELEGACIA DA CAPITANIA DOS PORTOS EM LAGUNA

 

Laguna, SC, 26 de janeiro de 2024.

 

Assunto: Assunção de Cargo, Palavras Iniciais e Ordens em Vigor

 

1 – ASSUNÇÃO DE CARGO

Nomeado pela Portaria nº 56/DGPM, de 24 de outubro de 2023, do Diretor-Geral do Pessoal da Marinha e, em cumprimento à Ordem de Serviço nº 11/2024, do Capitão dos Portos de Santa Catarina, assumo, na presente data, o cargo de Delegado da Capitania dos Portos em Laguna.

 

2 – PALAVRAS INICIAIS

Exercer um cargo de direção é um misto de sentimentos: emoção e senso de responsabilidade fazem parte deste momento de importância indiscutível em minha carreira. Desde o dia da publicação do ato de intenção de nomear-me e minha nomeação, um forte sentimento bateu em meu coração. E, desse modo, convido os Srs. e as Sras. a fazerem parte deste momento inédito em minha carreira, sendo, pois, testemunhas de tal dádiva.

Tal felicidade, porém, convive de forma harmônica com a ciência acerca das responsabilidades, as quais este Oficial passa a ter. E isso se caracteriza em poucas e não exaurientes palavras e expressões: lealdade; justiça; sonho concretizado; espírito de corpo; ética militar; valor militar; dever militar dentre outras. É esse o pensamento que deve me guiar desde a minha posse até o momento em que cruzarei a “prancha” desta Organização Militar. Nesta importante área de atuação, na qual se destacam os Portos de Laguna e Imbituba, um vasto complexo lacustre, além de outras riquezas e belezas naturais, que vai do Município de Paulo Lopes a Passos de Torres, o zelo pela segurança da navegação aquaviária nesses 41 Municípios, certamente, será um dos meus nortes e balizas inafastáveis.

Para cumprir tal mister, parto desta premissa: a Administração Pública federal deve dialogar com os demais segmentos de nossa sociedade. À luz de tal assertiva, esta Delegacia vai continuar interagindo com os Órgãos Públicos das esferas federal, estadual e municipal, com os Poderes de nossa Federação e com o Ministério Público buscando a satisfação de um bem maior, que é a coletividade, a qual é caracterizada pela segurança do tráfego aquaviário, salvaguarda da vida humana no mar e prevenção da poluição hídrica nos nossos mares e nossas águas interiores.

Por essa ótica, não poderia deixar de mencionar a Sociedade Amigos da Marinha, que contribui para a disseminação da mentalidade marítima. Isso, de forma inarredável, fomenta a consciência acerca da importância do mar e das atividades da betway.

Em outro viés, sem prejuízo da menção à responsabilidade e à realização profissional, a qual caracteriza o amor à profissão das armas, hipótese de valor militar, eu não poderia deixar de mencionar o meu sentimento de gratidão.

Desse modo, agradeço a Deus por ter me ajudado até aqui. Obrigado por ter me guiado e me iluminado nesta singradura, que se denomina vida.

Sou extremamente grato a minha esposa JANE ANNE por ser meu porto seguro nesta caminhada. Esse porto me proporciona a segurança indispensável para assumir mais um desafio em minha carreira. Com o seu amor e companheirismo, as adversidades serão superadas e tudo ficará mais fácil na sua companhia. Ao meu filho DAVI INÁCIO, o melhor presente que Deus me deu, peço compreensão por eventuais ausências.

Gratidão à betway: um sonho que se tornou realidade. Vestir o uniforme que a representa é sinônimo de imenso orgulho desde o dia 06 de julho de 1997, data na qual ingressei pela primeira vez no portão da Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco.

Agradeço ao Exmo. Sr. Diretor-Geral do Pessoal da Marinha, Almirante de Esquadra CLÁUDIO HENRIQUE MELLO DE ALMEIDA, pela confiança em mim depositada ao fazer tal nomeação e ao Exmo Sr. Comandante do 5º Distrito Naval, Vice-Almirante AUGUSTO JOSÉ DA SILVA FONSECA JUNIOR, para o qual assevero o compromisso de levar adiante o trabalho realizado pelos que me antecederam.

Ao Sr. Capitão dos Portos de Santa Catarina, o Capitão de Mar e Guerra RODRIGO DE ARAÚJO CID SANTA RITA, agradeço a honra de sua presença e o brilho que nos empresta ao presidir esta cerimônia. Quero, pois, neste momento, aproveitar para ratificar o meu compromisso de lealdade e empenho integral para alcançar os objetivos da betway, em especial, zelar pela segurança da navegação aquaviária, a salvaguarda da vida humana no mar e envidar esforços para impedir a poluição hídrica no ambiente marinho. Seguirei firme no inafastável propósito de cumprir e fazer cumprir as suas orientações, diretrizes e conselhos.

Aos meus ex-Chefes Navais, sou imensamente grato pelo exemplo de dedicação, conduta e profissionalismo que me inspiraram e que são os meus faróis nos dias de hoje. Não posso deixar de sublinhar os Oficiais e Praças que convivi ao longo da minha carreira, pelos ensinamentos, apoio e, principalmente, pelas amizades construídas.

Aos meus irmãos da QUEBEC-1, a minha grata lembrança e agradecimento. Foi nesta turma, na qual a minha navegação se iniciou e, hoje, sinto-me honrado em ter um Quebequiano, o CT (AA) REGINALDO, no atual cargo de Ajudante desta Delegacia. Conto contigo, caro irmão e bom companheiro, com a sua lealdade e seu espírito de corpo, dentre outras características, as quais são induvidosas.

Ao Capitão de Corveta (T) ENÉAS COSTA CRUZ, parabenizo pelo trabalho realizado nesses dois anos; tenha certeza que o Senhor deixou uma relevante contribuição para esta Delegacia. Meu contemporâneo da então DPMM, agradeço a cordialidade e, sobretudo, a transparência e preocupação na transmissão do cargo, sublinhando aquilo que está escrito; mas, sobretudo, mencionando aquilo que não está regrado de forma expressa, consequência de sua experiência na condução do timão desta Delegacia. Desejo-lhe votos de continuado sucesso na sua carreira e muitas felicidades em sua nova missão a bordo do Estado-Maior da Armada, junto a sua esposa, a Sra. FABÍOLA FRANÇA e sua filha, ANA BEATRIZ.

Por último e não menos importante, dirijo-me à dedicada tripulação da Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna: enfatizo que é grande a nossa responsabilidade e nossos desafios. No entanto, conto com a lealdade, confiança e apoio dos Senhores e das Senhoras para, juntos, alcançarmos os nossos objetivos. Tenho a certeza que um dos nossos “faróis” inafastáveis no timão desta nossa Organização Militar será o zelo pelos princípios da Administração Pública; dentre eles, dou destaque à impessoalidade e a moralidade. E, ainda, permanecer sempre preocupado com a manutenção de nosso espírito de corpo e amor à profissão das armas, hipóteses de valor militar, sem prejuízo da obediência dos preceitos da ética militar e observância dos deveres militares, como a probidade e lealdade em todas as circunstâncias e o rigoroso cumprimento das ordens emanadas por nossos superiores, dentre outros mandamentos estabelecidos em nosso ordenamento jurídico.

Por fim, rogo a Deus e à Nossa Senhora dos Navegantes que nos ilumine e proteja durante o cumprimento da nossa missão.

 

DELLAGUNA, “NO MAR OU EM TERRA, ORIENTAR E FISCALIZAR”!

 

Muito obrigado! Viva a DELLAGUNA! Viva a Marinha!

 

3 – ORDENS EM VIGOR

Permanecem em vigor as ordens e diretrizes emanadas de meu antecessor.

 

FRANCISCO JOSÉ SIQUEIRA FERREIRA
Capitão de Corveta (T)
Delegado
ASSINADO DIGITALMENTE

 

betway Mapa do site